Barrinha de acompanhamento de peso

quinta-feira, 12 de abril de 2012

COMA ESSE 10 SUPER ALIMENTOS PERCA PESO!!


Conheça 10 superalimentos e perca peso comendo

Quando se está de dieta, uma coisa não sai da cabeça: comida. Você não pode consumir carboidratos, então pensa nele o tempo todo. Você não pode chegar perto da gaveta de doces, então ela passa a ser vista como uma verdadeira miragem. Você pula o happy hour depois do trabalho, porque as margaritas vivem lá. Lanchinho após às oito da noite então, nem pensar.
Para quem pretende mudar a concepção sobre dietas, o site da emissora americana CNN reuniu algumas dicas sobre os chamados "superalimentos", que teoricamente podem suprir as necessidades nutricionais e matar a fome sem muitas calorias.
Lucy Danziger afirma categoricamente que sempre odiou as dietas, mas, por ironia do destino, acaba de lançar o livro The Drop 10 Diet. "Se você dizer algo como 'não pense sobre isso', é só nisso que vai pensar", afirma. Mas por que perder peso é sempre associado como algo tão negativo?
Como editora da revista Self por dez anos, Lucy já viu os mais diferentes tipos de dietas. Há cinco anos, a triatleta decidiu abandonar todas as dietas e focar em alimentos que trariam "algo em troca" para ela. Ela queria correr, nadar e andar de bike mais rapidamente, então precisava de combustível necessário para isso.
Então resolveu apostar nos "superalimentos" como nozes e grãos integrais, que são ricos em fibras, proteínas e nutrientes. Em menos de seis meses, deixou para trás cerca de 11 quilos.
Não se trata de um novo conceito nutricional: evitar alimentos processados, comer mais vegetais e frutas, trocar pães claros pelos escuros. Mas a ideia de focar em o que se deve comer, no lugar do que você não se deve, pode mudar a forma de se enxergar a perda de peso, explica a autora. Ela compara os "super alimentos" com a gasolina para o carro. "Eles devem fazer mais do que apenas suprir você com calorias".
O que fazem destes alimentos "super"?
O termo foi cunhado por Steven Pratt, em 2004, no livro Superfoods: Fourteen Foods That Will Change Your Life. De acordo com o autor, os "superalimentos" são caracterizados por três qualidades - eles devem estar prontamente disponível ao público; devem conter nutrientes que ajudam a aumentar a longevidade; e devem ter benefícios atestados por estudos científicos. "Estes alimentos foram escolhidos porque contêm altas concentrações de nutrientes cruciais, além do fato de muitos deles terem baixo valor calórico", ressaltou. Ele acrescentou que alimentos com estes nutrientes podem ajudar a prevenir ou reverter os efeitos da idade, incluindo doenças cardiovasculares, diabetes do tipo 2, hipertensão e alguns tipos de câncer.
Danziger avisa que os superalimentos não são um "passe livre" para se comer à vontade. No entanto, trazem energia, melhoram o sono e mantêm a dieta na linha. Clique na galeria e confira algumas dessas opções.

Ovos: tomar um café da manhã rico em proteína é uma boa maneira de manter a fome sob controle ao longo do dia. Os ovos são ricos em colina, um nutriente que ajuda a bloquear a gordura que é absorvida no fígado. Além disso, o nutriente ajuda a prevenir a perda de memória
Mirtilo: também conhecido como "blueberries", o mirtilo é um superalimento que tem sido apontado em estudos como um aliado na luta contra as mais diversas doenças - de câncer a colesterol. Frutas como framboesas, morangos e amoras também contêm antioxidantes e fitonutrientes
Salmão: o salmão possui alta dose de ômega-3. Estudos mostram que este componente pode diminuir significantemente o risco de doenças cardíacas. Os ácidos graxos ômega-3 ajudam a reduzir as inflamações e a diminuir o número o acúmulo de placas nos vasos sanguíneos. O salmão também é uma boa fonte de proteína magra
Amêndoas: muitas dietas excluem alimentos da família dos nozes pois geralmente têm muitas calorias e gordura. Mas estudos mostram que comer um punhado deles muitas vezes por semana pode ajudar a perder peso e prevenir doenças cardíacas. As amêndoas, particularmente, contêm gorduras monoinsaturadas e fibras
Chocolate amargo: os benefícios do chocolate amargo para o coração são amplamente reconhecidos. As propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias podem também ajudar a compensar as calorias. Alguns cientistas também acreditam que a cafeína contida no chocolate pode aumentar sua taxa metabólica
Brócolis: os brócolis têm poucas calorias e muitos nutrientes. Além disso, também contêm fibras e polifenóis, antioxidantes que ajudam a desintoxicar os componentes químicos que danificam as células. O alimento também já foi associado à proteção ao câncer
Quinoa: a quinoa é um grão integral bastante popular, que contém altas doses de proteína e ajuda a construir os músculos. Além dela, você pode incluir outros tipos de grãos integrais na sua dieta - como cevada e arroz integral - que podem auxiliar na perda de peso, preenchendo o estômago com quantidade menor de calorias
Derivados do leite com gordura zero: estudos mostram que mulheres que consomem cerca de 1.400 miligramas de cálcio por dia queimam mais gordura do que as que não consomem derivados do leite. O iogurte, particularmente, pode ajudar a diminuir a produção do cortisol, um hormônio que retarda o metabolismo
Feijão: todos os tipos de feijão estão na lista dos superalimentos, pois são ricos em fibras e proteínas. Além de trazer a saciedade, eles ajudam na estruturação muscular sem a gordura que uma carne poderia adicionar ao seu prato
Chá verde: este tipo de chá pode ajudar a acelerar o metabolismo, queimando mais gordura. Além disso, os antioxidantes encontrados no chá verde ajudam na prevenção do câncer

extraido do site http://saude.terra.com.br/noticias/0,,OI5713476-EI16562,00-Conheca+superalimentos+e+perca+peso+comendo.html#tarticle

10 comentários:

Fabi Lange Brandes disse...

dicas valiosas, orbigada por comartilhar, bora comer esse tipo de comida

Wanessa disse...

Post super interessante. Vou colocar em prática essas dicas. Valeu

Estrela disse...

Ótimas dicas amiga!

Beijos.

Zica disse...

Oi amiga, to precisando mesmo dessas dicas... Obrigada... Beijos

Pela Fé Tudo é Capaz disse...

Nossa que bom saber disso, acho que dessa sua lista só tomo o chá verde, derivados do leite, como feijão, brócolis eu adoro, e ovos, vou tentar incluir as amêndoas, mas o resto acho mais difícil.

LU disse...

OI Gi!!
Quando estou de dieta só penso em comida, e principalmente naquelas que nao posso me aproximar kkkkkk vou tentar comer essas coisas mas são tãããão caloricas heheheh
beijocs

kelen disse...

Tbm adorei ....
Se vc fizer mesmo as notas , avisa daí será mais uma pro time rsrrs acho que vc vai gostar ... bjkas ótimo final de semana

Simone disse...

Super dicas. Esperar o fim de mês chegar pra começar a comer.
Obrigada pelo carinho, e por não me abandonar, mesmo com a minha ausência

Monica Ferra disse...

Oi Gi! Passei pra te desejar um final de semana maravilhoso! Você merece!
Beijinhos

Vanessa disse...

Ola Amiga.
Participo tambem do desafio de inverno e te linkei no meu blog para ficar por dentro das novidades.
Se puder me linka tambem.
abraço
http://nessaemagrecendo.blogspot.com.br/